sábado, 18 de setembro de 2021

MA: MAIS ALFALTO REVELA SINTONIA ENTRE O GOVERNO MUNICIPAL E A POPULAÇÃO DE COELHO NETO

A cidade está sendo beneficiada com mais uma etapa de obras do Mais Asfalto, resultado da parceria exitosa com o governo do Estado. 

Geralmente, obra dessa envergadura traz depoimentos surpreendentes, extraídas da satisfação popular, como foi o caso de um morador do Conjunto Guanabara ao ver que sua rua estava recebendo o pavimento: "Há 27 anos que estou esperando por este momento".

Percebe-se que o morador falou com sentimento! Isto significa que anteriormente a infraestrutura da cidade era desordenada, atendia mais a vontade do gestor do que o interesse da população. 

E é justamente o interesse da população que o governo do Amor ao Trabalho tem priorizado. Fato!




quinta-feira, 16 de setembro de 2021

RETRATAÇÃO



Eu, Milton Viera de Araújo, venho através dessa postagem pedir, publicamente, retratação ao advogado Dr. Marcondes Magalhães Assunção por ter mencionado, no dia 19 de setembro de 2019, em uma matéria denominada “JUSTIÇA DO MA EXONERA SECRETÁRIO JUDICIAL DE COELHO NETO”, que o mesmo estaria sendo beneficiado com tramitação prioritária pelo secretário Marcelo Tourinho nos processos substabelecidos pelo Dr. Marcos Tourinho, bem como a exoneração do secretário teria se dado por este fato inverídico.

Além da retratação irei excluir a referida matéria, por se tratar de um fato grave que não existiu, ao qual peço desculpas pelos transtornos causados a imagem e honra do Dr. Marcondes Magalhães Assunção.

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

MA: Marcos Caldas defende o governo Bruno Silva e detona os deputados Rafael Leitoa e Luiz Henrique.

O deputado estadual Marcos Caldas/PTB usou a Tribuna da Assembleia Legislativa para rebater o alarde em torno das inconsistências na folha de pagamento do município e destacou Bruno Silva como sendo o melhor prefeito do baixo e médio Parnaíba.




De forma magistral, o parlamentar elogiou o prefeito Bruno Silva/PP  e as medidas tomadas por este com relação as inconsistências na folha da prefeitura. Ele destacou também o trabalho magnífico que Bruno está fazendo no município.

Caldas lamentou que os deputados Rafael Leitoa/PSB e Luiz Henrique/PT tenham usado a Tribuna da Casa para falar o que considerou "inverdades", principalmente sobre um assunto que na sua opinião eles pouco conhecem.

Disse até entender o desespero de Rafael Leitoa, o qual estaria com a luz vermelha acesa, correndo o risco de perder eleição do ano que vem.

Caldas foi mais além. Afirmou categoricamente que Rafael Leitoa perdeu posição na sua família, por isso, estaria querendo agradar o ex-prefeito Américo de Sousa/PT.

Ele também criticou a atitude dos dois parlamentares em se utilizarem do que chamou de fake news, como tentativa de ganhar notoriedade.

Afirmou que seu colega de parlamento, Luiz Henrique,  fez pior, falando de denúncias de gafanhotos, enquanto ele e uma enteada teriam sido os verdadeiros gafanhotos da folha de pagamento. Veja o vídeo:


Marcos Caldas voltou à Tribuna para desmentir o deputado Luiz Henrique, o qual teria tentado inutilmente justificar o gordo salário que recebia da prefeitura de Coelho Neto no governo do PT. Afirmou que o petista estaria, na verdade, sofrendo de "dor no bolso". 

Ele fez duras referências à gestão de Américo no município, afirmando que tudo que foi feito em Coelho Neto, naquele período, foi o governo do Estado que fez.



E agora, José? 

terça-feira, 14 de setembro de 2021

O ASFALTO CHEGOU! Parceria entre o município e o Estado garante a infraestrutura da cidade.


A obra vai interferir direta e positivamente na qualidade de vida da população.

O prefeito Bruno Silva/PP correu atrás e conseguiu, junto ao governo do Maranhão, colocar Coelho Neto no programa Mais Asfalto, que tem como meta principal priorizar investimentos em infraestrutura urbana, para recuperação de asfaltamento, nas ruas e avenidas da cidade.



Ao todo, 5 quilômetros de ruas e avenidas serão melhorados.

 

O trabalho começou pela Rua do Anil e está sendo coordenado pelo Secretário de Obras Márcio Almeida. 




A melhoria viária da cidade, além de mudar o cenário urbano, garante mobilidade e embelezamento. 

Com mais esta ação, a prefeitura vai traduzindo o lema "Amor ao Trabalho".

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

BENJAMIM PESSOA VALE SEM COLO.

O que vou publicar hoje é uma Crônica do conterrâneo notável Benjamim Pessoa Vale, mestre na arte de ser coelhonetense. É o resultado da explosão real de dois sentimentos impereciveis: Saudade do colo de mãe e Gratidão pelo que jamais seria sem ela, a heroína, Dona Maria Vieira Vale. Confira!

Sem colo




Ao findar da noite e nascer de mais um dia, olho pela janela, miro estrelas. Até conto-as lembrando minha meninice.

Revejo os circuitos cerebrais tentando reconstruir o aconchego para minha cabeça: colo de MÃE!

Mais uma translação se completa. O primeiro de setembro voltou, mas, o colo de mãe se tornou invisível aos olhos deste mortal. Saudades!

Lembro seus olhos. Lágrimas a acompanhar meu caminhar pelas letras e por elas conquistar o mundo. Lembro o desabrochar de seu sorriso ao retornar para minha aldeia. A cada partida, seu olhar sobrenadante acompanha-me, a cada passo, até à curva da estrada.

Muitas vezes cantava Papete "se sentir saudades de mim, tu há de lembrar pela voz dos arvoredos, me avisa que vem me buscar".

Segui em busca de minha ideia sublime, mesmo sabendo que a única nominal é a imortalidade da alma humana.

Mãe, estás apenas longe da vista. Hoje, longe de cheiro, sem o sabor do tempero. Tempero de mãe tem a dose certa, como o sal no mar e na lágrima. A lágrima já desenha as rugas da face, teu colo é ausência, tua vivacidade presente, teu olhar inesquecível, teu abraço, não sei descrever...
Mãe, a imensidão da manhã traduz teu exemplo, teu carinho e teu amor que meus olhos não podem ver. O sol já nasce e traz com ele o brilho da vida e a energia necessária para continuar a luta, com imensidão do amor a preencher o universo. Te amo!

Benjamim Pessoa Vale, 01/09 /2021.

MA: Em Coelho Neto, Gestão "Por Amor ao Trabalho" vai concluir mais uma obra inacabada

Depois da escola Justino Bastos, agora é a vez da Unidade de Saúde do largo da Capela de São Raimundo Nonato, no centro da cidade




O prefeito Bruno Silva/PP determinou ao Secretário de Obras Márcio Almeida a conclusão da UBS, cujas obras estão inacabadas há pelo menos seis anos.

O custo de uma UBS naquele padrão custou em média, na época, meio milhão de reais ao Ministério da Saúde com a contrapartida do município.



Com a medida, o prefeito Bruno Silva pretende agilizar o atendimento à população, desafogar o sistema de saúde do município e por um fim em mais uma vergonha, por conta do desvio de finalidade do dinheiro público.


domingo, 12 de setembro de 2021

DUQUE BACELAR E O SECRETÁRIO "LAMBE-BOTAS"

A preocupação com a qualidade ambiental vem crescendo sobremaneira nos municípios brasileiros, menos em Duque Bacelar.




Até que existe Secretaria de Meio Ambiente no organograma da prefeitura. Também existe um secretário nomeado para a função, uma sala no antigo mercado, uma mesa e uma cadeira, mas o "ilustre" servidor lá não aparece para dar expediente. Aliás, o secretário é o único funcionário dessa repartição.

Essa figura é nada mais nada menos que o ex-vereador Ribamar Aguiar, o qual só se pode encontrar no whatsapp, onde ele permanece a maior parte do dia e da noite bajulando o prefeito do município.

Enquanto o secretário Ribamar, por incompetência ou omissão, não cuida da função para a qual foi nomeado, o município segue sem nenhum projeto ambiental, capaz de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população.

Para se ter uma ideia, o município não possui um abatedouro de animais de grande porte. A carne vendida aos consumidores é de animais abatidos em locais ignorados, sem um mínimo de higiene. Isso ocorre porque a Secretaria de Meio Ambiente e a Vigilância Sanitária não se unem solidariamente para resolver o problema.

Foto meramente ilustrativa

Uma coisa se dá em função de outra. Não mexer com quem fornece carne no município pode até ser politicamente bom para o gestor, mas é ruim para a população.

Na prática, o governo estimula a atuação desse "lambe-botas, injetando nele o veneno da mentira para que seja disseminada na comunidade. Nesse programa de incentivo à bajulação, pouco importam critérios técnicos ou avaliações sobre o desempenho da gestão, aliás, muito a desejar.