sábado, 14 de dezembro de 2019

CÂMARA CONCEDE HONRARIAS EM SOLENIDADE QUE MARCOU A ÚLTIMA SESSÃO DE 2019

Professor e autor do Hino de Coelho Neto, o cearense José Sampaio Oliveira foi o grande homenageado. O vereador Luiz Ramos/PSD é o autor da Lei que lhe outorgou o título de Cidadão Honorário e Medalha D. Maria Bacelar, a maior comenda do município.



Cidadania honorária é um título de honraria que equipara a pessoa homenageada a uma adoção oficial. A pessoa agraciada passa a ser um irmão, um conterrâneo. Mesmo que o homenageado não tenha nascido ou não resida na cidade para a qual se lhe conceda tal homenagem, faz-se necessário que se diga o que a pessoa homenageada fez, sem visar lucros, interesses pessoais ou profissionais, em defesa do povo que lhe concedeu a o título de cidadania. (Wikipédia livre).

Ver. Reginaldo Sousa

Medalha Dona Maria Bacelar é a maior comenda que se pode conceder a alguém que obteve tal reconhecimento e distinção pela realização de algo notório, de destaque. 


Matriarca D. Maria Bacelar

Na segunda metade dos anos 1970 Dr. Afonso Bacelar teve a ideia de criar a Medalha, a qual teria sido fundida na Casa da Moeda do Brasil para servir de lembrança às pessoas ilustres e/ou notáveis que eventualmente visitassem a cidade. Em 1992, o vereador Reginaldo Sousa entrou com um Projeto de Lei na Câmara transformando-a em Comenda, tendo recebido das mãos de Dr. Afonso um total de 96 moedas restantes. 

 

Solenidade



A Câmara de Vereadores de Coelho Neto realizou na noite de quinta-feira, 12, em sessão solene, a outorga de Títulos e Honrarias a onze personalidades que se destacaram por sua trajetória de vida, seu trabalho e ações em prol da comunidade, para o crescimento de Coelho Neto.

Homenageados

O Título de Cidadania Honorária foi para as seguintes personalidades: José Walkmar Brito Neto (de autoria do vereador Osmar Aguiar), Márcio Rubens Ferreira Viana (de autoria do vereador Rafael Cruz), João Evangelista dos Santos Sousa (de autoria do vereador Wilson Vaz), Sônia Maria Silva Carvalho Santos (de autoria do vereador João Paulo), José Sampaio de Oliveira (de autoria do vereador Luiz Ramos), padre James Wilson Januário de Oliveira (de autoria do vereador Rafael Cruz), José Edmar Araújo Sousa (de autoria do vereador Júnior Santos), Wilson Ramos (de autoria do vereador Ricardo Chaves) e Rosuíla Damasceno Vieira (de autoria do vereador Reginaldo Janse).

Foram condecorados com a Medalha Maria Bacelar os ex-prefeitos Dr. Afonso Augusto Duque Bacelar (de autoria dos vereadores Wilson Vaz e Camila Liz) e Raimundo Guanabara Resende Bastos (de autoria dos vereadores Marcos Tourinho e Júnior Santos) e o autor do Hino de Coelho Neto, o professor José Sampaio de Oliveira (de autoria do vereador Luiz Ramos).

Destaque da solenidade:


Todas as atenções foram focadas no professor José Sampaio Oliveira, que mesmo convalescendo de um AVC compareceu à sessão, acompanhado da família e dos amigos mais próximos, para receber as honrarias. 



Durante o seu emocionado discurso, ele agradeceu em especial ao vereador Luiz Ramos a quem o chamou de “amigo estreito da família”, destacando a visão legislativa do parlamentar ao destinar à sua pessoa tão características honrarias.



Foi notória a surpresa causada no público e em alguns vereadores o nome de José Sampaio Oliveira como homenageado, pois, a sua ligação com o município é tamanha que a grande maioria jamais desconfiou tratar-se de um cearense desde garoto muito dedicado a este torrão.

Comemoração

Após a sessão, o vereador Luiz Ramos ofereceu um coquetel ao seu homenageado e família em sua residência, no Bairro Novo Bonsucesso, onde foram recebidos com muito calor humano e música ao vivo.

Outras fotos da solenidade:














segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

MA: PDT PODE ESTAR SENDO USADO COMO ARMA DE EXTORSÃO CONTRA A PREFEITURA DE COELHO NETO

FOTO (internet): Mariano Crateús e o genro Marcos Tourinho - PDT é caro!

A divulgação bombástica da folha de pagamento da prefeitura nos leva a uma reflexão mais aprofundada da situação, sobretudo, no que diz respeito ao apoio do vereador e atual presidente da Câmara Marcos Tourinho/PDT ao governo do petista Américo de Sousa.

A indignação causada nos internautas e exposta nos comentários foi suficiente para triplicar o tamanho da indignação deste jornalista e pré-candidato a prefeito.

Enquanto as reclamações se avolumam, principalmente sobre o sistema de saúde, onde as pessoas reclamam diariamente a falta de médicos, de medicamentos e insumos, o sogro do presidente Tourinho recebe um gordo de salário de 4 mil reais por mês! Quanta infâmia! E o que é pior: o sogrinho ganha para não fazer nada!

Tamanho despautério tem uma versão lógica: o apoio do PDT ao governo municipal é caro, tanto para o governo quanto para o povo! Estaria o partido sendo usado por Tourinho e Mariano como arma de extorsão?

Seria de bom alvitre que o governo começasse a atarefar esse expoente negativo, embora melhor resposta fosse a imediata retirada do sogro lagartão da folha de pagamento. Comigo, no mínimo, eles teriam que trabalhar duro se quisessem viver a boa vida que levam. À custa do sofrimento do povo, jamais!

A propósito: por que o vice-prefeito Antonio Pires não aproveita e denuncia também essa vergonha ao MPE? Por onde andam os que se dizem amar o povo de Coelho Neto? Hipócritas!

sábado, 7 de dezembro de 2019

C. NETO -MA: FAMILIARES DE VÍTIMA DE TRÂNSITO PEDEM POR JUSTIÇA




A família de Laurindo Teixeira, 54, atropelado e morto por um motoqueiro, no último dia 2, reuniu amigos e populares em uma manifestação, pedindo por justiça.

O fatídico acidente que ceifou a vida do industriário Laurindo aconteceu em frente a escola Coelho Neto.


Segundo informações, a morto Titan 150, prateada, era pilotada pelo também industriário Ascelau Meireles, que estaria pilotando em alta velocidade.

No local existia uma faixa de pedestres, mas, foi apagada com o tempo sem que a secretaria de obras providenciasse uma reforma.

Ascelau, que segundo consta, não possui habilitação, teria fugido do local sem prestar socorro à vítima. A moto teria sido emprestada de um amigo.

Horas depois do acidente, ele teria se apresentado à delegacia local, onde prestou depoimento, tendo sido liberado posteriormente. O proprietário da moto apreendia também teria recebido o veículo.

O vereador Luiz Ramos também participou da manifestação em solidariedade ao amigo Laurindo. "Sou a favor da manifestação no sentido de despertar as autoridades policiais para esse tipo de ocorrência, o que tem resultado em lágrimas para as famílias dessas vítimas ", disse o parlamentar.

sábado, 30 de novembro de 2019

COELHO NETO - MA: O QUE HÁ POR TRÁS DO PEDIDO DE CPI

FOTO: Internet

Não quero aqui discutir razões que motivaram o pedido de CPI para investigar a denúncia feita pelo vice-prefeito Antônio Pires/PCdoB, da Tribuna da Câmara, dia 21, publicada com muita satisfação por um blog da cidade. Também não pretendo por em discussão a sua viabilidade.

Esse fato revelou a participação indireta de colegas da imprensa, através de comentários nas redes sociais, compartilhamentos da matéria ou diretamente da plateia que assistia euforicamente aquela encenação. 

Isto é até compreensível da minha parte, até porque, todos nós da oposição, nos sentimos órfãos de lideranças. Ou seja, estamos defendendo a transparência, mas, sem um projeto político que nos leve ao poder em 2020.

Exatamente por conta dessa carência que eu decidi não fazer parte dessa espécie de sedição. Todos nós sabemos que o interesse do vice-prefeito não é defender o povo, a quem ele tanto deve, mas, externar suas mágoas contra o seu ex-companheiro de chapa, com o qual rompera ligeiramente, insatisfeito com o corte dos seus privilégios, dentre os quais, a manutenção dos seus filhos na folha de pagamento da prefeitura, como teria supostamente ocorrido em mandatos anteriores.

Por outro lado, os vereadores que assinam o pedido de CPI são exatamente os que encabeçam superlativa rejeição junto ao eleitorado. Cientes disso, igual náufragos, buscam se agarrar a qualquer coisa para continuarem vivos na política tupiniquim.

Dentre estes, cito o vereador Ricardo/PPS que precisou recorrer ao TSE para ter sua candidatura deferida. Mesmo assim, não poderia estar no mandato, porque não tem residência fixa em Coelho Neto. Isto só fere a Lei Orgânica do município: Artigo 27. Perderá o mandato o Vereador: (...) V – que fixar residência fora do município.

Sinceramente, esta oposição não me representa. Ela é mesquinha, oportunista, pérfida e egoísta.

Jogo duplo

FOTO: (Internet) Presidente Tourinho 
Segundo informações, todo esse circo teria sido planejado e armado com a participação decisiva do presidente da Câmara Marcos Tourinho/PDT. Consta que no dia da denúncia, a qual já tinha sido combinada durante a semana anterior, Tourinho teria sido flagrado levando “uma dura” de Antônio Pires quando este desconfiou que o que eles combinavam pudesse estar sendo levado ao prefeito pelo próprio Tourinho como tentativa de tirar proveito político da denúncia sem precisar se desgastar com Palácio municipal. Fonte do legislativo afirmou ao blog que foi o que realmente aconteceu nos bastidores da sessão.

Um tropeço a cada passo

Tourinho, levado por um lapso de consciência, teria ainda apelado para o Plenário, na tentativa de barrar a fala de Antônio Pires. Mas, caso isto tivesse acontecido, os seus colegas seriam o alvo do desprezo da  sôfrega plateia presente. Não colou.

O pedido de CPI certamente será arquivado, porque, dos vereadores com quem já conversei, nenhum vai dar vasão aos desejos de Tourinho tampouco ao que eles chamam de desespero do vice-prefeito.

Os vereadores de oposição sabem disso, mas, mesmo assim vão explorar o assunto  por muito tempo, mesmo durante o recesso. Os holofotes poderão ser um ótimo caminho nessa onda do salve-se quem puder. 



quinta-feira, 21 de novembro de 2019

AINDA É POSSÍVEL.


O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade.Provérbios 12:22


Desde os meus 17 anos de idade ouço falar em Captação de Água do Rio Parnaíba. Muitos foram os políticos que se elegeram prometendo esse bendito benefício ao povo coelhonetense. 

No início dos anos 2000, fui uma das milhares de pessoas surpreendidas com uma grande carreata pelas principais ruas e avenidas da cidade, seguida da sistemática explosão de fogos de artifício, chamando a atenção da população para os caminhões carregados de tubos de PVC, cujo material, segundo a gestão da época, seria para a realização da tão sonhada obra. Ficou fiado!

Que eu me lembre, dentre os prefeitos de Coelho Neto, desde a abertura do regime democrático, em 1984, houve apenas um que não prometeu nada com relação à Captação de Água: Dr. Magno Bacelar. Aliás, nas minhas andanças pelo município, falando em política e em políticos, tenho afirmado que Coelho Neto poderá custar muito a eleger outro prefeito capaz de se igualar ao Dr. Magno.

Eu não tenho procuração para defendê-lo e esta narrativa não é nenhuma bondade minha. É apenas uma espécie de justiça a um político que demonstrou que é possível se governar este município unindo as pessoas e não as perseguindo; que uma gestão, para se destacar no cenário político, não pode estar atrelada em decisões unilaterais. Dr. Magno, até para nomear um secretário municipal, pedia a opinião dos aliados. Ou seja, ele nunca errava sozinho nem também nunca acertava sozinho. 

Pois bem... Voltando ao assunto da Captação de Água do Rio Parnaíba. Foi o Dr. Magno, com a sua história, quem conseguiu finalmente a firmação desse Convênio. Trabalhou aguerridamente para a materialização desse sonho coelhonetense. Foi audacioso a ponto de comentar com este agora pré-candidato a prefeito, quando em sua companhia em uma das constantes visitações aos trechos em obras: “Veja aqui uma demonstração de coragem. O cara, em plena campanha eleitoral, autorizando fazer buraco em tudo que é rua da cidade (risos)”. Eu não quis comentar. Sempre permaneci tímido diante da sua sapiência. Mas, naquela afirmativa ele demonstrava o quanto também sonhava com tão desejado empreendimento.

Mas, vieram a hipocrisia e a desfaçatez, sustentadas no dinheiro fácil, e sepultaram o sonho da água do Rio Parnaíba. O povo entrou literalmente pelo cano quando o principal adversário do Dr. Magno pediu judicialmente a interdição da obra. Mesmo depois de terminado o seu mandato, Dr. Magno acompanhou, calado, durante muito tempo, o seu governo ser o “saco de pancadas” do seu sucessor, o qual, de forma totalmente adversa, achou que atentando contra a dignidade e a honra dos que ele considerava opositores, se manteria no píncaro da glória. Quanta idiotice!

Agora, o que temos são apenas os escombros de uma obra iniciada com patriotismo e dedicação por Coelho Neto, pois, até o dinheiro que existia em conta o sucessor de Dr. Magno, alegando que iria concluir a obra, sacou sem que fizesse um centímetro do serviço. Pior: ainda permitiu a depredação do que estava feito.

O grande entrave

Sabem por que nenhum prefeito, depois de Dr. Magno, teve interesse na conclusão da Captação de Água do Rio Parnaíba? É porque o sistema, para funcionar a contento, custa caro! O seu funcionamento é inviável sem que a população pague pelo consumo de água. Desta forma, ninguém quer se arriscar a um eventual desgaste político que seria provocado por essa necessária cobrança. Eis aí o motivo do total descaso à obra.

Acho que Coelho Neto é um dos poucos lugares no mundo onde a maioria absoluta da população não paga pelo consumo de água. O resultado é a população se servindo de água “salgada” ou salobra, convivendo com índices alarmantes de verminoses, doenças renais e outras enfermidades causadas pela má qualidade da água que lhe é ofertada.

Cobrança para manter o sistema

A conclusão dessa obra ainda é possível. Falta muito pouco! A grande necessidade está na falta de vontade. Não custa nada estabelecer uma taxa social às pessoas de baixa renda e cobrar mais de quem pode e consome mais. Hidrômetros existem para isto. A medida é perfeitamente possível. E não precisa o município doar o sistema para a CAEMA, como chegou a ser cogitado, pois, no meu ponto de vista, isto seria um mal muito pior. 



quarta-feira, 20 de novembro de 2019

MA: COELHO NETO JÁ TEM OITO PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO


A disputa pela Prefeitura em 2020 promete muitas surpresas. O número de concorrentes pode ser uma delas.



Esses são os pré-candidatos à Prefeitura de Coelho Neto em 2020: Antonio Pires, Albino Klaubert, Antonio Bacelar, Dr. Sampaio, Ilson Baiano, Jademil Gedeon, Milton Vieira e Soliney Silva. Apenas quatro (Albino, Dr. Sampaio, ILson Baiano e Antonio Bacelar) podem ser considerados "novatos" nessa pretensão. Todos estão se articulando, uns com mais outros com menos intensidade.



Alguns desses pré-candidatos trabalham a popularização do nome com certa discrição, enquanto outros (melhor não citar nomes até porque é público e notório) mantêm os ânimos como se travassem denodada sedição ao atual prefeito. A expectativa é sobre quais desses nomes resistirão firmes nesse propósito até o mês de abril. Quem estiver com a "ficha suja" nem adianta insistir. Aliás, nesse mister, pelo menos dois desses nomes já podem ser considerados fora do jogo.                                                               


A pré-campanha apresenta-se bem eclética. Temos um vice-prefeito, um ex-prefeito, um geólogo, um policial civil, um empresário e um jornalista.                                                     





 Alguns já bastante conhecidos do Povo devido a passagem pelo poder. Há ainda entre eles os que se acham o último biscoito do pacote e os que carregam a humildade como missão. A persistir esse panorama, o povo não terá muita dificuldade na escolha.

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

MUDA COELHO NETO!




UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA!


Mensagem

Irmãos coelhonetenses,
Estamos diante de uma realidade que nos arremete ao caos. Aqui nos acostumamos às auguras de prefeitos desalmados, os quais (com raras exceções) usaram da nossa boa fé e confiança para se aproveitarem das nossas riquezas e avolumar patrimônio pessoal. Na mesma medida, nos impor todo tipo de sofrimento devido ao planejado sucateamento da máquina pública. A minha indignação é do tamanho da indignação do povo de Coelho Neto. Por isso, cheguei à conclusão de que algo tem que ser feito, urgentemente, para a recuperação da nossa dignidade. Por isto, lancei-me pré-candidato a prefeito. E, por que não eu? Esse questionamento pode levá-los a uma profunda reflexão. Não vamos mais permitir que políticos sem escrúpulos nos arremetam à pobreza, comprometam a estabilidade das nossas famílias e ainda festejem a nossa penúria. Por isto, o povo precisa fazer uma mudança profunda e radical, para a qual me predisponho a ser o melhor instrumento. Tudo é possível quando se tem Deus no coração, boas intenções, competência e sentimento de humanidade. Abraço afetuoso!

Milton Vieira é Jornalista, Radialista e Acadêmico em Pedagogia.


Saúde em coma



Até 2004,  contávamos com três hospitais em pleno funcionamento.







Ocorreu que a gestão da época, numa demonstração de total desinteresse pela saúde da população, priorizou questões políticas e cortou convênio com a Policlínica São Raimundo.



                                        


Diante dessa atitude incoerente, a população teve o atendimento precarizado, sendo obrigada a dormir em filas, ou sair de casa de madrugada para conseguir uma senha e poder se consultar. Mais tarde, veio o fechamento do Hospital Ivan Rui, atualmente reduzido a escombros.

Precisamos acordar para a realidade e deixarmos de votar em políticos desalmados. Defendo a urgente recuperação da Saúde Pública de Coelho Neto, a começar pela construção do Hospital Dr. Luiz Gregório (HMLG), com cem leitos, algo que pode ser feito em consórcio com os municípios da região ou através de convênio com o governo do Estado. 


Algo precisa ser feito para devolver dignidade ao povo de Coelho Neto


Obras inacabadas - São cinco creches, duas escolas, Sistema de Captação de Água do Rio Parnaíba e duas Unidades Básicas de Saúde de que poderiam estar oferecendo centenas de empregos e melhorando a vida das pessoas, mas que foram barradas pela malversação dos recursos sem que as autoridades tomassem as providências cabíveis. Milton Vieira defende auditoria e a formalização de denúncia ao MP no sentido da conclusão dessas obras em 180 dias, bem como a reabertura dos Postos de Saúde de Zona Rural e a aquisição de ambulâncias semi UTI







As fotos representam um "tapa" na cara do povo coelhonetense. Políticos que só querem saber do nosso dinheiro  não merecem voltar, nunca mais!



A relação entre a Juventude e a Prefeitura não existe mais!

Falta Cultura, Esporte, Lazer e, principalmente, Trabalho. Não podemos admitir que toda uma geração continue refém de gestores insensíveis. Esse ambiente sombrio, de incertezas, precisa acabar. E vai acabar.



Essa situação de incertezas vem se arrastando há décadas, acentuada nos últimos anos devido ao fechamento das fábricas. A nossa juventude, sem qualquer perspectiva de mudança positiva, se aventura nos grandes centros, longe da família, em busca de um trabalho digno para, assim, custear o seu sustento e sonhos. Sorte quando o conseguem! Isto, porque, nos grandes centros a concorrência é cruel, agravada pela crise que ainda afeta a sociedade brasileira como um todo.

O povo que agora sofre, é o mesmo que vai sorrir amanhã! Uma nova chance está chegando.




Que venha 2020!