quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

MA: DIREITO DE RESPOSTA




Direito de resposta concedido ao prefeito Américo de Sousa/PT, conforme o disposto no artigo 5°, Inciso V, e na Lei 13.188/15.





quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

MA: DUQUE BACELAR REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA


A audiência deu-se em cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal e foi realizada no Plenário da Câmara Municipal com a presença de vereadores da oposição e situação, Secretários, Assessores, líderes sindicais e comunitários.





O prefeito Jorge Oliveira/PCdoB não compareceu devido o cumprimento de agenda em São Luis. Mas, designou o contador do município Francisco Calvet para proceder à apresentação do Relatório de Execução Orçamentária, do último quadrimestre de 2018, e do Relatório de Gestão Fiscal.

Vice-prefeito Carreta e o vereador Zé de Deus

Lideranças locais e assessores

Calvet faz sua exposição para um plateia atenta
Durante sua exposição, Calvet foi sucinto. Informou que no exercício de 2018 o município trabalhou com um déficit orçamentário de R$ 17 milhões, um valor considerável vez que a dotação estava estimada em R$ 50 milhões.

As dúvidas foram esclarecidas
Ele respondeu a alguns questionamentos e, de forma preocupada, disse que o município está impossibilitado de conveniar até abril de 2019. “A gestão financeira do prefeito Jorge Oliveira está equilibrada, mas as dívidas deixadas e a incerteza da economia poderão afetar esse equilíbrio”.

Vereador Cem Por Cento
Calvet adiantou que a contratação de pessoal está no limite estipulado em Lei. “A prefeitura vai cumprir o percentual de 54 por cento de gastos com pessoal, mesmo que tenha que demitir ou não contratar mais”, informou.

Secretário Benefrance
Após a exposição, o secretário da administração e finanças da prefeitura, Benefrance afirmou que o governo está organizado e preparado para os desafios que estão por vir. “A pesar das dificuldades, ninguém deve se preocupar. O prefeito Jorge Oliveira não abre mão do seu objetivo, que é o de fazer o melhor pelo município e sua gente. Os problemas serão enfrentados com a determinação que lhe é peculiar. A sua forma de trabalhar com transparência, lealdade e empenho vai continuar sendo o diferencial da sua gestão”, disse.



terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

MA: ESTRUTURA DO SAAE DE COELHO NETO É ABSTRUSA E ULTRAPASSADA



Contudo, a inoperância do setor pode ser o maior problema que a população enfrenta.


A partir da utilização de poços artesianos, foi implantando no município, na metade dos anos de 1970, uma espécie de sistema simplificado de abastecimento de água, para garantir à elite coelhonetense a comodidade de se ter água encanada em casa.  O Sistema de Autônomo de Água e Esgoto - SAAE, só foi criado em 1998, embora essa autonomia ainda não tenha saído do papel por falta de regulamentação da Lei.

Durante esse período de mudanças, a rede de abastecimento foi sendo ampliada mesmo não tendo sofrido alterações necessárias para acompanhar o desenvolvimento da cidade. 

Como consequência desse atraso, a estrutura atual possui sérios problemas. A maior parte dela é composta por canalizações e reservatórios bem antigos, o que gera enormes perdas de água e torna o abastecimento ineficiente. Em resumo, o município tem uma estrutura desorganizada!



Os reservatórios, muitos ainda provenientes do primeiro sistema de abastecimento implantado, se encontram em péssimo estado de conservação. Pior é que o setor, atualmente sob a direção do servidor Francisco Doroteu, não apresentou ainda à população nenhum diagnóstico mostrando os problemas da estrutura.

Assim, a “olho nu”, é possível perceber vazamentos, ausência de válvula, boias, problemas nas bombas, acesso restrito, capacidade insuficiente, estrutura ruim, terreno sujo, falta de isolamento e ausência de impermeabilização. Além do mais, muitos dos poços do sistema foram construídos em locais baixos, sem qualquer proteção que impeça a infiltração de água da chuva, o que compromete a qualidade do líquido que é distribuído à população.

Infelizmente, essa situação não é vista pelo órgão municipal do Meio Ambiente como assunto também da sua alçada, o qual, deveria agir solidariamente para garantir a qualidade da água e do serviço de distribuição.

Riscos de desabamentos

Moradores vizinhos aos reservatórios dos Bairros Bela Vista e Santana convivem com o medo de que os esqueletos das caixas d’água desabem a qualquer momento sobre suas casas. As pilastras de sustentação estão deterioradas, com as ferragens expostas e enferrujadas.
 
Santana: A foto mostra a proximidade do reservatório para com a residência


Segundo um funcionário do SAAE, que optou por não ser identificado, os reservatórios desses bairros já foram desativados. Por conta disso, o abastecimento estaria sendo feito através do bombeamento direto para a rede adutora. Isto significa que a qualquer momento as bombas poderão entrar em pane e os moradores daqueles setores ficarem sem água nas torneiras.

O que mais preocupa as pessoas é a falta de compromisso da gestão. Elas reclamam que o poder público poderia pelo menos demolir esses reservatórios para diminuir os riscos que elas correm.

O blog foi informado por moradores da zona rural que a situação do abastecimento de várias localidades estão também em situação de risco. Além da infiltração nos poços, existe o risco constante de choque elétrico por conta das gambiarras. Outra atenuante é o lamaçal, provocado pela presença constante de porcos nas proximidades das instalações dos sistemas simplificados. 






segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

MA: BLOGUEIRO RESPONDE PRESIDENTE DE CÂMARA

Foto: Whatsapp

Causou-me estranheza a nota publicada pelo presidente da Câmara de Vereadores de Coelho Neto (MA) Marcos Tourinho/PDT, em um aplicativo de mensagens. Em momento algum sua excelência responde aos questionamentos e dúvidas publicadas por este blogueiro, as quais sua posição política exibe escancaradamente. Muito pelo contrário, tentou desqualificar minhas publicações com pressuposições, tratando-as de irresponsáveis intencionando desmoralizá-lo.

Sua tangente não explica nada! Só corrobora ainda mais para evidenciar seu projeto político, o qual, em minha opinião, é mal alicerçado, mal planejado e, por isto mesmo, prematuro.

Evidentemente, esse seu projeto é o de chegar à prefeitura, já em 2020. Nada contra. Porém, os meios utilizados por sua excelência, até agora são, no meu ponto de vista, inseguros, inconfiáveis e inconsistentes para que se efetive.

Note-se que em momento algum eu discuti a sua relação com o povo de Coelho Neto, até porque o senhor, considerando o tamanho do seu propósito, ainda é novato em nosso meio. Digo isto, porém, sem escoriar o seu sagrado direito democrático.

Todavia, excelência, o caminho percorrido até o momento é o mais espinhoso. É bem verdade que os homens mudam, senão ainda não teríamos saído das cavernas. O que ninguém aceita, principalmente na política, é a traição. Mudar de lado, tudo bem. Agora, trair é muito feio.

O senhor chegou a Coelho Neto recém-formado, no curso de direito, para ser admitido pelo prefeito Soliney Silva no setor jurídico da prefeitura.

Daí vieram as eleições de 2016. O senhor resolve sair candidato a vereador em uma coligação de apoio ao candidato derrotado Luis Serra. Eleito, antes mesmo do início da nova gestão, resolve negociar seu apoio ao prefeito eleito Américo de Sousa, isto sem qualquer satisfação ao seu grupo político.

Passado o primeiro biênio, vossa excelência decide enfrentar o candidato do prefeito à presidência da Câmara, sem qualquer satisfação. E, mesmo sendo um dos vereadores mais privilegiados pelo governo, não se preocupou com o mal-estar que isto poderia causar por conta da sua quebra de fidelidade.

Elegeu-se presidente da Mesa Diretora como sendo de oposição, entanto, não teve o asseio de abdicar os privilégios. De modo inverso, não sei com que pretensão, decide renunciar vantagem salarial da função de presidente. Porém, quase que instantaneamente, aparece com o “caso da farra das diárias”, fato, inclusive, ainda mal explicado.

Portanto, excelência, não queira tomar-me por adversário a serviço de quem quer que seja. para desmoralizá-lo. Isto está enraizado no vosso proceder. 

Caso não aceite os meus argumentos como membro da imprensa, os aceite como cidadão que respira o dia-a-dia desta população e que há mais de 30 anos combate o oportunismo e a péssima política.

Espero em breve poder publicar elogios à sua excelência. Finalmente, deixo aqui, empenhadas incondicionalmente, a minha amizade e o meu respeito sem comprometimento da minha atuação jornalística. Passar bem!






sábado, 23 de fevereiro de 2019

MA: PREFEITO VENCE QUEDA DE BRAÇO CONTRA PRESIDENTE DA CÂMARA


O presidente da Câmara de Coelho Neto até pensou em combater o prefeito, mas fraquejou diante do que se pode chamar de “interesses pessoais”, para depois se comprometer em cooptar o apoio de nove colegas de parlamento ao governo municipal.

Foto: Reprodução
Depois da malfadada audiência com o prefeito Américo de Sousa/PT, o presidente da Câmara de Vereadores do município Marcos Tourinho/PDT teria finalmente negociado com a prefeitura buscar apoio ao governo, dentro da câmara, até se completarem dez vereadores. Dessa forma, estariam de fora apenas Dr. Ricardo/PPS, Liza Pires/PCdoB e Rafael Cruz/MDB. Tudo começaria com o retorno da esposa de Wilson Vaz ao cargo. Como contrapeso, convenceria o blogueiro, nomeado assessor a pedido do oposicionista Rafael Cruz, a trabalhar os interesses da prefeitura.



Informações dão conta que um dos vereadores envolvidos no “pacote” teria afirmado que a negociação em torno das “demandas” de Tourinho aconteceu na Câmara, entre o presidente e um representante do governo, desta feita sem a presença incômoda do genro Mariano Crateús.

A fonte não revelou possíveis vantagens acordadas nessa conversa, mas garantiu que Tourinho teria se comprometido, também, a interferir na linha editorial do assessor de comunicação recém-nomeado por ele. O compromisso seria o de colocar o blogueiro a serviço do governo, caso em contrário, este seria exonerado mesmo a contragosto do padrinho Rafael Cruz.

Sobre essa interferência na linha editorial do assessor, creio não ser nada difícil, vez que ele, no início da atual gestão, teria tentado “arranjar um lugarzinho”, mas como não foi considerado, teria resolvido por uma linha editorial radical contra a prefeitura.

Certo é que, diante desse novo panorama, Américo de Sousa vence a queda de braço, colocando Tourinho e sua trupe no devido lugar: venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade".

O blog está acompanhando para ver como se comportam os “nobres vereadores”, a partir da segunda-feira (25), quando deverá acontecer nova sessão ordinária da Casa. Por enquanto, na prefeitura e na câmara o que reina é um silêncio sepulcral sobre o assunto!

Pelo menos o carnaval dos vereadores está garantido no palco principal. Enquanto o povo segue sua vidinha, na sofrência!


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

DISSE ME DISSE


Está circulando em um aplicativo de mensagens a imagem de uma caminhonete, a qual, segundo  um blog local, pertence a um ex-prefeito de Coelho Neto (MA), e foi flagrada transportando telhas, supostamente surrupiadas de uma escola da cidade.


A história é muito parecida com a de certo presidente de uma Câmara de Vereadores acolá. Esse espertalhão estaria reformando o telhado de determinada residência, mas, ao invés de procurar uma loja de material de construção, teria aceitado que um para-choque seu subtraísse o teto da casa de um morador de determinado bairro da periferia.

O assessor espertalhão, querendo ganhar ponto com o patrão, teria convidado um coitado trabalhador para ajudá-lo no destelhamento da residência. Surpreendentemente, o dono da casa chegou e, em tom desafiador, perguntou: que negócio é esse aí? O assessor saiu em desabalada carreira, deixando o pobre do diarista sozinho na "carrumbamba". 

O dono da casa então procurou o certo presidente. Este, fazendo-se de surpreso, disse ao disposto proprietário não ter autorizado tal procedimento, afirmando que dera o dinheiro para o assessor comprar as telhas e não surripiá-las. Curiosamente, o presidente pagou o prejuízo ao dono da casa e, posteriormente, promoveu o obediente assessor a chefe de gabinete da Câmara.

Imagine o tamanho do estrago com esse menino na prefeitura! 


terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

PREFEITO DE COELHO NETO (MA) QUE SE CUIDE!

Foto: Blog do Ezequias Martins

A recente visita do presidente da Câmara Marcos Tourinho/PDT ao prefeito Américo de Sousa, divulgada com ênfase pela assessoria da Casa, deixou uma incógnita que não fugiu à ótica deste blogueiro.

“Estivemos hoje mantendo esse diálogo com o prefeito Américo, pois entendemos que ele é necessário para que as instituições funcionem dentro da sua normalidade. Como reza a nossa Constituição os poderes são independentes, mas devem ser harmônicos entre si. O diálogo é necessário e indispensável”. Esta frase é atribuída a Tourinho, conforme a matéria.

Nesse caso, o parlamentar admite que existem, de fato, “arestas” entre ele e o prefeito, mas que essas arestas nunca foram entre os poderes legislativo e executivo. Deduzo que o “mal estar” seja mesmo por conta da decisão de Tourinho em romper com a prefeitura para efetivar sua eleição à Mesa Diretora.

Foto: ASSECOM/Câmara
A publicação não revela quais as supostas demandas do Legislativo discutidas na “visita” ao prefeito, o que é compreensível, até porque, em visita de cortesia não se pode tratar de demandas, a não ser que o presidente Tourinho ainda não tenha aprendido discernir sobre o que é uma visita de cortesia para uma visita oficial.

O omisso corpo da publicação também não cita a presença do ex-vereador Mariano Crateús nesse encontro.

Afinal, o quê que o sogro de Tourinho foi fazer ali? Sinceramente, eu não acredito que o prefeito Américo de Sousa tenha cometido o disparate de discutir demandas do Legislativo na presença de terceiros.

Talvez esteja aí a certeza das artimanhas do sogro e do genro. Pois, o contumaz Mariano Crateús, como político derrotado em 2012 e “ficha suja” em 2016, talvez queira se apoiar nos ombros do Tourinho para retornar à Câmara em 2020, considerando que ele é pretenso candidato a prefeito.

Então o prefeito Américo que se cuide! Mariano, segundo comentários nos quatro cantos da cidade, é o principal articulador político e “garoto propaganda” da pretensa candidatura de Tourinho, cujo fato, em se consumando, seria a perpetuação dos “catracas” no poder.

Nomeações de Tourinho na Câmara

Segundo um informante, que pediu para não ser identificado, Mariano Crateús teria revelado que Tourinho, de forma espontânea, tentou justificar as recentes nomeações feitas por ele, na Câmara, citando a do blogueiro Samuel Bastos, a qual teria sido uma exigência do vereador Rafael Cruz/MDB, para compor a chapa na condição de vice-presidente.

Com isto, Rafael que é oposição, teria suporte para combater Américo de Sousa, enquanto Marcos Tourinho se beneficiaria do desgaste político do prefeito. Ou seja, seria a junção do “útil ao agradável”.

Pior nisso tudo é que não consigo ver nada que possa beneficiar a população. Tudo é muito claro. Todo mundo “puxando brasa para sua sardinha”, querendo a qualquer custo se apoderar do “bem bom” sem que aja verdadeiramente um projeto político voltado para os anseios do povo. 

Só Jesus na causa!


sábado, 16 de fevereiro de 2019

LOBOS DE PLANTÃO

Foto: Reprodução

Existe uma casta abundantemente comum de político que, ao se candidatar, vira outra pessoa: de uma hora para a outra, passa a cumprimentar todo mundo, interessa-se pelos problemas dos mais humildes, dedica atenção a todos, sejam ricos ou pobres, olha nos olhos e procura transmitir cordialidade, sinceridade e piriri, pororó. Pessoas costumeiramente fechadas – algumas até arrogantes e antipáticas – como num passe de mágica, quando se candidatam, transformam-se em simpáticas e atenciosas figuras, acessíveis a todos.  Porém, passada a eleição tudo volta ao normal. Principalmente diante de uma derrota, o lobo rapidamente tira a pele de cordeiro e volta ao seu estado de natureza.

Por conta disso, o interesse do povo volta ao status quo, até que sobrevenha nova campanha eleitoral, em que o oportunismo de plantão fará com que as esperanças do povo sejam renovadas, com as conhecidas e manjadas promessas que eles bem sabem nunca sairão do papel.

Como o povo, além de boa-fé, tem a memória curta, muitos desses oportunistas voltarão e, com um discurso recauchutado, repetirão a cantilena do velho roteiro previamente traçado, em que a ordem é transmitir sinceridade e esperança, e prometer progresso, geração de empregos, boas escolas, saúde, etc.

Considero Coelho Neto um município hospitaleiro desse tipo astuto. Acompanho com muita preocupação nas redes sociais a veiculação de publicações exaltando esses “oportunistas”, mesmo distante ainda do período eleitoral. Isto, a meu ver, funciona como uma espécie de construção da estrada da mentira e da enganação.

Superlativamente preocupante é a excitabilidade do eleitorado coelhonetense. Muitos eleitores não valorizam os passos para chegarem até a urna eletrônica. Votam em qualquer um, por qualquer coisa. É fato! Para esses eleitores o que interessa é a satisfação de algo imediato. Não existe a responsabilidade do voto em prol da coletividade. E o resultado disso nós já sabemos.

Esta reflexão pode até confrontar a esperança de muitos, mas que sirva de alerta para os desavisados, colaboradores do grande mal que essa casta tem produzido contra uma população exposta e indefesa.

São tantos os “salvadores da pátria amada”, experimentados e novatos, todos com a mesma gana, o velho discurso e a mesma má intenção.

O povo precisa apenas de duas armas letais para exterminar essa matilha: civismo e vergonha na cara.

Com a colaboração de João Francisco Neto.







sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

ACHEI FOI BOM!


Foto: Ver. Wilson Vaz (Reprodução)
A demissão da esposa do vereador Wilson Vaz/Avante mexeu tanto com a bancada da oposição a ponto da assessoria da Câmara classificar o fato como perseguição política da parte do prefeito Américo de Sousa/PT.

Eu não tenho procuração, nem ganho nada para defender ou acusar quem quer que seja. Eu apenas acho que a medida veio tarde. Esse tipo de nepotismo há muito deveria ter sido combatido. E, se a atitude da prefeitura se deu nesse respaldo, p-a-r-a-b-é-n-s!

Nepotismo é a prática pela qual um agente público usa de sua posição de poder para nomear, contratar ou favorecer parentes, em linha reta ou colateral, sejam por vínculo da consanguinidade ou da afinidade. 

A proibição é prevista na Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal, que abarca todos os órgãos e entidades que compõem a administração pública, tanto federal quanto estadual e municipal.

A demissão da “funcionária” caiu como uma pedra no telhado de vidro da oposição edílica. Mas, o que seria melhor: demitir a esposa do vereador ou demitir um gari, uma zeladora ou um vigia? Lógico que a preferência tem que ser por alguém que está no serviço público apenas para receber o salário.

Aqui, quando alguém ganha a eleição, se for um empresário, fecha a empresa; se for funcionário da iniciativa privada, pede logo demissão como se o mandato fosse a salvação financeira dos seus planos pessoais e familiares! O serviço público, que deveria servir de amparo à população, funciona mesmo como “meio de vida” para essas pessoas.

Entendo que, se é para compor a base aliada de Américo de Sousa, que isso seja antes de tudo definido partidariamente em prol de um projeto por Coelho Neto e não em troca de cargos.

Por outro lado, seria muita pretensão da trupe da oposição querer continuar na mamata! Aqui eu conheci dois prefeitos muito bons no trato com vereadores dessa estirpe: Soliney e, agora, Américo de Sousa.

No governo Soliney Silva, precisamente em 2014, vereadores que se diziam da base aliada resolveram opor-se ao candidato apoiado pelo governo na Câmara. Eis que Soliney, em audiência com os “rebelados”, afirmara estar tudo bem e que cada qual assumisse a responsabilidade pela postura tomada.

Iniciou-se então um “raspa” na administração. A ordem era demitir todo e qualquer funcionário que tivesse sido indicado ou que tivesse qualquer relação de parentesco com a “oposição”.

Foi grande o chororô!

Resultado: os rebelados foram um a um renunciando ao cargo para o qual tinha sido eleito, remanescendo apenas o vice-presidente, o qual, se não me falha a memória, foi o ainda hoje vereador Luiz Ramos/PSD.

Isto parece esquecido pela imprensa marrom, paga com o dinheiro público para tentar confundir a população.

Àquela época eu não me lembro de ter lido qualquer publicação contra a atitude de Soliney, até porque a imprensa marrom tinha um “agradozinho mensal” e, talvez por isso, tenha silenciado.

Sinceramente e com todo respeito, se a demissão da esposa do vereador tenha sido por conta da sua posição com relação ao governo, eu acho justo. Eu, prefeito, faria o mesmo sem perda de tempo.

Resta agora saber se os outros, a partir do presidente Marcos Tourinho/PDT, vão entregar os cargos ou não. Se Américo os demitirá ou não. Que apareça alguém da turma do Tourinho solidário a Wilson Vaz!

Chega de hipocrisia! Quanto dinheiro está saindo pelo ralo da intimidação e do nepotismo enquanto o povo sofre todo tipo de necessidade!

Prefeito que se preza não admite esse deplorável estado de coisas.

Eu achei foi bom!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

CLIMA DE EXPECTATIVA NA VOLTA DOS VEREADORES

Foto: Arquivo

Coelho Neto - MA - Nesta quinta-feira (14), deve acontecer a sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de vereadores do município.

A volta à Casa, depois de dois meses de férias, proveitosas e fartas, se dará sob a égide da desconfiança, acentuada pelas denúncias da suposta farra das diárias, em  pleno período de recesso, o que teria beneficiado o atual presidente Marcos Tourinho/PDT e sua trupe, a qual ele mesmo intitulou de “oposição”.

Há também muitas incertezas sobre o quê e como será a relação entre o legislativo e o executivo local, considerando que Tourinho mantém uma atitude nada republicana de continuar se beneficiando politicamente do governo enquanto, paralelamente, lavra e/ou autoriza conteúdos contra a gestão do prefeito Américo de Sousa.

O conflito, por enquanto, parece estar apenas no íntimo dos seus protagonistas, podendo vir à tona a qualquer momento.

O que a população deve esperar dessa relação? Pelo menos que esse conflito seja construtivo, no sentido de melhorar a qualidade das decisões, cabendo aos líderes e aos grupos aproveitarem isso de forma positiva.

O problema é que o aproveitamento positivo dificilmente virá quando se tem um parlamento comprometido apenas com interesses individuais e políticos.

Contudo, é aconselhável aguardar os acontecimentos. Afinal, prudência e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém!

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Obrigado, Boechat!


Quem sou eu para falar sobre Ricardo Eugênio Boechat?

Foto: Reprodução

Eu sou apenas admirador de um ser humano leal, solidário, corajoso, fidalgo das palavras e que zelava pela investigação jornalística.

O Brasil e o mundo assistiram descrentes o trágico fim desse jornalista que era do tamanho das frustrações e da indignação do povo brasileiro. 

Aquela fatídica tarde 11 de fevereiro tirou de cena um jornalista dedicado, premiado e aplaudido.

Ele revolucionou a comunicação brasileira. Inovou o modo de tratar a informação.

Quem ama o jornalismo sabe o quanto dói tão grande perda. Mas, por que tão cedo? Por que isto foi acontecer justamente quando o Brasil carecia tanto desse homem íntegro, generoso, sincero, bem humorado, crítico como deve ser o ser humano e o profissional da notícia?

Obrigado, Boechat!

Obrigado pelo exemplo de profissional e de pessoa que você foi. Conosco fica a certeza de que você é insubstituível!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Prefeitura de Duque Bacelar (MA) recupera importante estrada da zona rural
 
Foto: Arquivo da Secretaria de Obras

A Gestão do prefeito Jorge Oliveira/PCdoB, por meio da Secretaria Municipal de Obras, intensificou os serviços de recuperação da vicinal que corta os povoados Turiano, Centro do Aarão até à comunidade Roça do Meio. O trabalho de recuperação da estrada tem como objetivo garantir a melhor trafegabilidade e o acesso daquela população aos serviços públicos, sobretudo, saúde e o transporte escolar.
O serviço compreende a abertura dos trechos mais estreitos, limpeza das laterais para o escoamento da água, patrolamento e cascalhamento dos trechos mais críticos.
Foto: Arquivo da Secretaria de Obras

Foto: Arquivo da Secretaria de Obras

De acordo com o prefeito Jorge Oliveira, os trabalhos de manutenção e recuperação das estradas rurais são importantes para garantir o desenvolvimento econômico do município. “Estamos trabalhando para manter melhores condições aos produtores, moradores e alunos que utilizam as estradas da zona rural tenham segurança e conforto para trafegarem por aqui”, explicou o prefeito.

As ações de manutenção das estradas vicinais fazem parte de um cronograma contínuo da Gestão Municipal, tão bem desenvolvido pelo secretário José Júnior. “Todos os dias, veículos trafegam pelas estradas rurais do município realizando diversas atividades, desde o transporte de estudantes até o escoamento da produção agrícola, e outros fins. Este, que é o período chuvoso, exige nossa permanente atenção com relação essas vicinais. O prefeito Jorge Oliveira tem exigido da nossa parte todo o empenho para evitar transtornos para os moradores dessas localidades”, disse o secretário.


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

ANTONIO PIRES & MARCOS TOURINHO OU VICE-VERSA


Coelho Neto - MA
Uma chapa com o comunista e o trabalhista estaria para ser divulgada, faltando apenas Tourinho se decidir pelo rompimento com a prefeitura.

Foto: A. Pires (net)
Relembrando os fatos
Foto: Tourinho(net)
A decisão do vice-prefeito Antonio Pires/PCdoB de romper politicamente com o prefeito Américo de Sousa/PT, ocorrida em 8 de maio de 2018, agrediu frontalmente o projeto político de transformação ao qual os dois se propuseram a construir juntos desde a campanha.
Em entrevista publicada em um blog da cidade, o vice-prefeito deixou transparecer à opinião pública e aos eleitores que o motivo tivesse sido uma crise político-administrativa, o que foi rebatido pela prefeitura, naquela oportunidade, assegurando que o real motivo teria sido o corte nos privilégios que mantinham os interesses pessoais de Pires.
Desde aquele 8 de maio, Pires iniciou uma campanha contra o seu agora desafeto Américo de Sousa. E, no pleito eleitoral de 2018 chegou a antecipar que apoiaria candidatos do governador Flávio Dino/PCdoB, sob o compromisso de ser o candidato a prefeito apoiado por este. Externou, inclusive, que após as eleições daquele pleito, todo e qualquer benefício que viesse para Coelho Neto seria através da sua pessoa. Ou seja, ele seria o homem forte do governador no município. Adiantou que seria também o presidente do PCdoB municipal. 
Nada disso aconteceu! O governador não mandou nada através de Pires, nem Pires conseguiu ainda controlar o partido do governador no município.
Momento atual
Muito antes da eleição da Câmara, para o segundo biênio, Pires e Tourinho iniciaram uma aproximação que rendeu o voto da vereadora Liza Pires/PCdoB, em Tourinho, para presidente da Casa.
De lá para cá os dois têm estreitado ainda mais essa aproximação, a ponto de se deixarem fotografar juntos.
Pessoa ligada aos comunistas de Coelho Neto, e muito próxima do governador Flávio Dino, informou ao blog que uma chapa majoritária com os dois partidos (PCdoB e PDT) estaria sendo costurada.
O problema, segundo a fonte, é que Tourinho não se decidiu ainda pelo rompimento com o palácio municipal para poderem dar ênfase ao que chamou de Projeto Político da Oposição.
Foto: Reprodução
Talvez o comunista informante não tenha atentado ainda para o fato de que, se Marcos Tourinho romper com a prefeitura, toda a bancada da oposição na Câmara ficará de saia justa. Afinal, passarinho que acompanha morcego, dorme de cabeça para baixo!
O informante foi enfático ao dizer que por enquanto as conversações estariam acontecendo de forma extrapartidária, e que Pires e Tourinho, por questões estratégicas, estariam adiando a divulgação da chapa.
O provável é que Marcos Tourinho e os "sete anões" estejam ganhando tempo para desfrutar as benesses do governo um pouco mais, afinal de contas, as eleições só daqui a 20 meses.





quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

NÃO SERIA O PRESIDENTE DA CÂMARA DE C. NETO - MA UM "AMIGO DA ONÇA?"


O município de Coelho Neto é a triste referência do vergonhoso fato de que o discurso da moralidade é só falácia. Muitos são os que usam os princípios da moral para atender às suas conveniências.
Foto: Reprodução
Aqui se tornou mote se desfraldar o combate à indecência no trato da coisa pública para atingir o adversário, satisfazer sua gana ou tomar o seu lugar. No meio de tudo isso, no seu eterno penar, está o pobre povo!
Devo afirmar que não tenho nada pessoal contra o presidente da Câmara nem contra os demais vereadores. Aliás, com relação ao presidente, sequer um cumprimento chegamos a trocar.
Recentemente, oito parlamentares liderados pelo vereador Marcos Tourinho/PDT – a maioria da bancada da situação – se travestiram de oposição para tomarem o que seria a reeleição do então presidente da Câmara, vereador Osmar Aguiar/PT.
Até aí estaria tudo bem se não fosse pelas maquiavélicas pretensões de Tourinho.
Ocorreu que no dia seguinte a cidade amanheceu encoberta pela notícia de que Tourinho havia afirmado, durante a comemoração da vitória, que pretende disputar a prefeitura em 2020. O direito é legítimo! Contudo, a postura política do parlamentar é discutível.
Não estaria o vereador com um olho no gato e o outro na piaba? Ou seja: espalha por aí que é candidato a prefeito, mas que a sua pretensão é forçar uma candidatura de vice-prefeito, enquanto um parente seu bem próximo herdaria (se é que é possível) a sua vaga na Câmara? Aliás, essa coisa de querer transformar a Câmara em feudo familiar não vai dar certo!
Para se eleger vereador, conforme os desabafos nas redes sociais de uma funcionária do Grupo João Santos, (o gripo é nosso) o candidato Tourinho teria precisado do apoio de uma elevada parcela dos trabalhadores do referido grupo, sob o compromisso de combater o que considerou descalabros das empresas. Segundo afirmou a indignada funcionária, bastante arrependida de ter votado no vereador, ele simplesmente esqueceu-se do compromisso.
Pois bem: em 2016 ele se elegeu vereador sendo oposição ao atual prefeito Américo de Sousa/PT. Contudo, mesmo antes de ser empossado, declarou apoio ao novo governo!
Transcorrido o primeiro biênio, resolveu ser oposição (pelo menos mandou divulgar que era) para se eleger presidente da Casa.
Esperava-se que, depois de eleito presidente da Câmara, depois da gracinha demonstrada na renúncia de salário e na “condição” de opositor, Tourinho tivesse a compostura de convidar os vereadores aliados seus, para entregarem os cargos que ainda hoje detêm no governo. Mas, não fez!
A sua mais recente obra-prima foi nomear um blogueiro, historicamente oposição ao prefeito que ele ora apoia, ora não apoia, para tentar defendê-lo através de um blog. “Uma leirada de excrementos” é o que se tem acompanhado por aquele suposto veículo de comunicação.
Essa coisa de política não tem meio termo: ou você é contra ou a favor! Simples assim.