sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

DENÚNCIA: ANTONIO PIRES TERIA UTILIZADO R$ 40 MIL REAIS DO STTA NA ELEIÇÃO DE NHORZINHO RODRIGUES PARA PRESIDENTE DO STTR DE C. NETO - MA


A denúncia foi feita com exclusividade pelo vice -presidente do STTA, Elizeu Martins.

Segundo ele, com a exigência da federação em desmembrar assalariados da categoria de tralihadores rurais, os descontos referentes a contribuição social dos assalariados estariam sob a gerência financeira do STTR.

Ocorreu que, diante do processo eleitoral no STTR, o dinheiro dos assalariados teria sido utilizado na campanha que elegeu NHORZINHO presidente, e que até hoje o valor não teria sido restituído.

Elizeu, que era aliado de longas datas de Pires, e por ser considerado forte liderança dos assalariados, não esconde sua insatisfação com o episódio.

Na manhã de hoje ele teria sido questionado por Antonio Pires sobre o assunto, ocasião que teria sido acusado de difamar o sindicalista que também é vice-prefeito de Coelho Neto.

Indignado, Elizeu procurou o blog para cobrar satisfações sobre o vazamento da informação mesmo tendo autorizado está publicação.

Segundo ele, o vazamento dava conta de que a utilização do dinheiro teria sido para a campanha eleitoral de Antonio Pires e não para a eleição de Nhorzinho.

Este blog sempre selou pela imparcialidade e jamais cometeria tão rasteiro procedimento.

O espaço está aberto às partes, caso queiram se manifestar. É fato!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

SOBRINHO DO PREFEITO DE DUQUE BACELAR (MA) MORRE ELETROCUTADO


Morreu na manhã desta terça-feira (11), Vittorio Azevedo, 17 anos, filho da psicóloga Celina Tourinho e do empresário Miguel Azevedo. O garoto, sobrinho do prefeito de Duque Bacelar Jorge Oliveira e da primeira dama Dra Lúcia Oliveira estava andando a cavalo na fazenda dos avós quando tocou em um fio de alta tensão, sofreu uma descarga elétrica e não resistiu. O animal e Vittorio vieram a óbito ainda no local.

A fazenda Diave, onde o incidente aconteceu, fica na estrada de União.


O presidente a Associação dos Jovens Empresários do Piauí, Landerson Carvalho, informou que o fio estava baixo por causa das chuvas e do vento e que Vittorio não o viu ao passar com o cavalo. Celina Tourinho é ex-presidente da AJE-PI.
Uma amiga da família informou ao Cidadeverde.com que o corpo já foi enviado ao IML. De acordo com ela, Vittorio Azevedo adorava fazenda e cavalos.
O velório será a partir das 18h, na Pax União, na Avenida Miguel Rosa.


Por conta desse fatídico acontecido, o prefeito Jorge Oliveira deve retornar ao seu município somente na sexta-feira (14).

COMISSÃO MISTA PRESIDIDA PELO VEREADOR LUIZ RAMOS REÚNE-SE COM REPRESENTANTES DO GRUPO JOÃO SANTOS EM COELHO NETO – MA.

Foto: Comissão Mista e representantes do G.I.J.S
A audiência aconteceu ontem,(11), às 10h30min. A Comissão integrou representantes da Câmara, dos trabalhadores e da imprensa. Da Câmara, os vereadores: Luiz Ramos,Reginaldo Jansen, Rafael Cruz, Camila Silva, Liza Pires, Wilson Vaz, Júnior Santos e o presidente da Casa Osmar Aguiar. Da imprensa, os jornalistas assessores da prefeitura liderados pelo secretário de comunicação social Franco Filho e os blogueiros Milton Vieira e Samantha Lima. A TV Mirante também cobriu a audiência. Representando as empresas, se fizeram presentes Dr. Gustavo, Dr. Michel Spadetto e Dr.  Tancredo Souza.


O assunto em pauta foi a suposta demissão de mais de trezentos trabalhadores e o atraso no pagamento dos salários, das rescisões e dos encargos sociais.

O vereador Luiz Ramos/PDT, respaldado na Lei que isentou ao grupo o pagamento de impostos por 15 anos, em vigor até 2022, fez a exposição dos motivos que levaram os vereadores intercederem no assunto. Queremos saber as verdades sobre os fatos narrados por trabalhadores e pela imprensa, afinal, as empresas representam a vida econômica e financeira do nosso município, externou.
O parlamentar questionou a notícia veiculada por um blog local, sobre a demissão de 400 funcionários.

Os representantes do grupo informaram que a notícia não procede, mas, admitiu a existência de uma proposta de demissão de mais de 300 trabalhadores, porém, o presidente do grupo Dr. José Santos ainda não deliberou. Essa proposta faz parte do Plano de Recuperação Financeira da Itajubara, disse Gustavo. Segundo disseram, esse Plano de Recuperação Financeira vai deixar de injetar na economia local algo em torno de R$ 2.000.000,00.

Questionado por este blog sobre os problemas financeiros das empresas, Dr. Gustavo disse que o forte do grupo era a fabricação de cimento, área que segundo ele foi afetada drasticamente pela Operação Lava Jato. A venda do cimento era que segurava o funcionamento das empresas aqui. Sem isso, não há o que se fazer. Mas, quero lhe garantir que a Itajubara não vai fechar. Pode anotar aí: em junho vamos ter moagem, assegurou.

Foto: Representantes do G.I.J.S:  Drs. Tancredo (D),Gustavo (C) e Michel (E)
Sobre o pagamento dos atrasados, eles informaram que propuseram vender terras para os trabalhadores, o que foi recusado. Temos, inclusive, uma área para loteamento, atrás do IFMA, com o propósito de se pagar esse débito. Lamentavelmente, foi barrado pela burocracia, na prefeitura, afirmou Dr. Gustavo.

O representante dos trabalhadores Antônio Almeida da Silva disse que as terras colocadas à disposição dos trabalhadores estão recheadas de problemas, como a falta de documentação e - o que ele considerou mais grave - o povoamento. No cafundó, por exemplo, lá existem moradores antigos. Se a gente aceitasse isso, eles teriam que sair de lá. Por isto não aceitamos. O mesmo acontece com o Araim, citou.

A volta dos fornecedores de cana-de-açúcar

Os diretores do grupo informaram que Dr. José Santos estaria imbuído de boa vontade. Segundo eles, o que mais a presidência das empresas repudiava era o retorno dos fornecedores de cana. Mesmo assim, numa demonstração de boa vontade em manter a usina funcionando, ele autorizou o recebimento de propostas, Se vocês tiverem alguém interessado, podem mandar pra cá que nós conversaremos. Eles acrescentaram que já receberam muitas propostas de interessados de Pernambuco e de Coelho Neto.

Essa informação deu um novo clima à audiência, momento em que os vereadores se comprometerem em buscar apoio para a solução dos problemas, numa mobilização da classe política do Estado, do município e, se possível de Brasília.

O presidente da Câmara, Osmar Aguiar/PT informou que a matéria publicada nesse blog teria chegado ao conhecimento do Secretário de Estado da Indústria e Comércio, o qual teria se colocado à disposição para ajudar a resolver a situação.

Sobre a proposta de uma audiência pública, os representantes do grupo ficaram de contatar com Dr. José Santos para saber da sua opinião.

Terminada a audiência, alguns vereadores e sindicalistas concederam entrevista à TV Mirante.

Foto: vereador Luiz Ramos concede entrevista a TV Mirante
A nossa opinião é que houve avanço. Finalmente, o poder público resolveu ladear a situação em favor das partes.  







sábado, 8 de dezembro de 2018

VEREADOR DE COELHO NETO (MA) SUGERE COMISSÃO MISTA PARA CONVERSAR COM O GRUPO JOÃO SANTOS

Durante a sessão ordinária de quinta-feira (06), o líder do governo na Câmara, vereador Luiz Ramos sugeriu comissão mista, destacando sua preocupação para com a falta de pagamento dos trabalhadores e o futuro das empresas no município. 

Foto: diretoaoassuntocn

O Grupo empresarial João Santos, basicamente produtor do Cimento Nassau, e considerado um dos três mais importantes conglomerados do Nordeste, ao lado da Organização Odebrecht e do Grupo Queiroz Galvão, já anunciava a crise instaurada que, mais cedo ou mais tarde, resultaria na situação local. No entanto, o império do Grupo começou a andar mal das pernas há quase oito anos, na ocasião da morte do patriarca e presidente do conglomerado, João Pereira dos Santos.
foto: Reprodução
Para o município de Coelho Neto, que tinha nos investimentos do grupo João Santos uma das suas principais fontes de riqueza em sua economia, a decadência do Grupo representa incomensurável prejuízo, sistematicamente: aos trabalhadores ativos, devido o pagamento em atraso; aos demitidos que até o momento não viram a cor dinheiro das indenizações, ao município porque se aproveitou da isenção fiscal e não honrou a contrapartida e ao meio ambiente porque explorou a flora, comprometeu a fauna e degradou nascentes pluviais.
Foto: Reprodução

Hoje, o clã legatório do grupo está mais centrado no inventário de bens deixados pelo patriarca João Santos do que em honrar suas responsabilidades trabalhistas e fiscais.
Informações dão conta de que empresas que compõem o grupo devem ao governo federal cerca de 80 milhões de reais e ao governo do Maranhão outros 40 milhões. Isto sem adicionar o débito para com os trabalhadores locais!
O assunto foi a tônica dos debates na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Coelho Neto depois que o vereador e líder do governo Luís Ramos, respaldado na Lei de Isenção Fiscal, específica ao Grupo João Santos, aprovada em 2006.
O parlamentar do PSD chamou a atenção de seus pares para o fato de que a Lei continua em vigor, cabendo, portanto, uma intercessão do Poder Legislativo municipal.
Ele sugeriu a composição de uma comissão mista com vereadores, sindicalistas, membros do executivo local e da imprensa para uma reunião com representantes das empresas, como tentativa de extrair daquele grupo empresarial suas reais intenções para como a solução dos problemas, sob pena da adoção de medidas eventuais, em conformidade com a referida Lei. “Sugiro que a reunião aconteça antes da eleição da Mesa Diretora dessa Casa. Se não for possível a formação da comissão mista, eu irei buscar as devidas respostas pessoalmente, mas os trabalhadores e a sociedade não ficarão sem resposta”, disse Luiz Ramos enfaticamente.
Depois de ser aparteado pela maioria dos vereadores presentes, Luiz Ramos ouviu do presidente da Casa Osmar Aguiar palavras de apoio à sua iniciativa, às quais acrescentou que o grupo empresarial deve acumular, inclusive, débitos na receita do Maranhão com relação ao transporte de matéria prima para outros estados.

A notícia de que quase 400 trabalhadores foram demitidos sem  ver a cor do dinheiro das indenizações já mobiliza os bastidores do legislativo municipal, no sentido de que a Comissão Mista se reúna com representantes do grupo, no máximo, até a próxima segunda-feira.
A comissão mista será criada nos próximos dias e contará, inclusive, com a presença d presidente Osmar Aguiar.

Com a colaboração de Elias Lacerda.



terça-feira, 4 de dezembro de 2018

ELEIÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE C. NETO - MA: ONDE HÁ FUMAÇA, HÁ FOGO!

Foto: Reprodução
Resistência à reeleição de Osmar Aguiar pode estar ligada a interesses pessoais da parte de alguns vereadores.

O momento é de transição política. A tônica é a eleição da Mesa Diretora das Câmaras municipais, afinal, a representação popular pesa sobremaneira nos vereadores por estarem mais próximos do povo. 

Em Coelho Neto, os bastidores do Legislativo fervilha. Informações ainda tímidas não externam o grau da temperatura provocada pela resistência à provável reeleição de Osmar Aguiar para a presidência.

Evidentemente, a candidatura de Osmar se respalda na fidelidade ao governo do prefeito Américo de Sousa, no corporativismo para com os demais edis e no trabalho de reconhecimento e valorização de  classes, como é o caso dos profissionais da educação, homenageados solenemente, no dia do professor desde que ele assumiu a presidência da casa e, igualmente, dos ex-presidentes da Casa.

Do ponto de vista da governabilidade, o nome de Osmar é o mais indicado para permanecer na presidência. O problema é que, para alguns vereadores, Osmar pode significar um empecilho nas eleições municipais de 2020.  Logicamente, a sua fidelidade ao governo e a inabalável amizade para com o prefeito Américo seria o pivô da suposta rejeição.

Para os que defendem a candidatura de Osmar, são muitos os elogios. Ele seria um gestor zeloso pela harmonia entre os poderes  municipais e solidário aos colegas de parlamento. Além do mais, Osmar teria feito investimentos importantes no aparelhamento da Câmara, proporcionando, com isso, melhores condições de trabalho aos vereadores e funcionários.

Chegou ao conhecimento do blog que Osmar pretende, caso seja reconduzido à presidência, fazer  ampla reforma e ampliação no prédio da Casa, tendo, inclusive, empenhado os recursos superiores a R$ 60.000,00.

Contudo, a sensatez estaria sendo colocada de lado para dar lugar aos interesses pessoais de uma minoria que, talvez, não tendo como justificar uma candidatura nas próximas eleições, vê na disputa pela Mesa Diretora uma oportunidade de se agarrar nas hostes do parlamento para se reelegerem. Quanta pretensão!

Por outro lado, o executivo estaria acompanhando as articulações bastante atento à variação da temperatura e ligado nos que se apresentam apenas para atrapalhar o processo, tirar proveito pessoal ou contrariar os planos para a próxima legislatura.

Certo é que a eleição acontecerá ainda na primeira quinzena deste mês, tendo Osmar Aguiar como candidato. Resta saber se o bom senso vai prevalecer.

Estamos de olho!

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

PREFEITURA DE D. BACELAR (MA) ENTREGA OBRAS NA ZONA RURAL


Três comunidades de pequenos agricultores da zona rural de Duque Bacelar (MA) receberam da prefeitura Sistemas Simplificados de Abastecimento D'água. Foram beneficiados os povoados Monte Lino, Moçambique do Justino e Jaboti.

As inaugurações aconteceram no sábado, 24 e contou com a presença ilustre dos deputados Adelmo Soares  (estadual) e Márcio Jerry  (federal) além do secretário de estado da infraestrutura, que reapresentou o governador Flávio Dino. 

A primeira Dama e secretária da educação Dra. Lúcia Oliveira acompanhou o prefeito Jorge Oliveira durante as inaugurações .

O ápice da programação aconteceu no povoado Jaboti, com almoço e festa dançante. 

A administração de Jorge Oliveira já é a mais premiada da história do município, o que representa um reconhecimento das instituições do Maranhão ao esforço pessoal do casal Jorge e Lúcia Oliveira. 

Em D. Bacelar o povo confirma: Feliz é Viver Aqui!

sábado, 24 de novembro de 2018

DUQUE BACELAR REALIZA III ENCONTRO DA JUVENTUDE




O evento já é considerado uma tradição e está sendo coordenado pelo líder jovem Dominguinhos. A prefeitura patrocina o encontro. Durante toda a manhã acontecem apresentações culturais avaliadas por um júri de Teresina - PI.



O prefeito Jorge Oliveira prestigia o evento acompanhado do seu vice Carreta e do vereador Walter.

Estão sendo aguardados os deputados eleitos Adelmo Soares e Márcio Jerry , estadual e federal respectivamente.